Bem, voltei meio que sem querer. Era p/ ser apenas uma frase no facebook... Mas aí fui me empolgando com meus desabafos, meus gritos mudos (pq virtuais) e solitários... E decidi colocar aqui!
Queria esclarecer uma coisa: o que escrevo pode dar a impressão, p/ quem não me conhece, de que sou uma pessoa infeliz. Não é isso! É que todos temos todos os tipos de momentos, bons e ruins; as fases, os pensamentos estranhos, as irritações... Mas, estranhamente, a melancolia é mais poética. É mais fácil escrever na hora da tristeza. Talvez porque esta precise ser desafogada, enquanto que a alegria só precisa ser partilhada, berrada, comemorada, festejada, extravasada! É melhor gritar "VIVA!" que rimar a felicidade...
Mas voltando à última manhã, estando eu mergulhada numa melancolia cuja causa não posso expor aqui, olhei para os meus muitos contatos de orkut, facebook e msn e me senti "tão só, mais só do que merecia".*Se, por um lado, a internet aproxima pessoas que estão fisicamente distantes, promove a comunicação é um dos meios mais eficazes de fortalecer a amizade (pelas conversas) e trocar conselhos e segredos, por outro, às vezes ela provoca um "estar sozinho na multidão" virtual. Tantas pessoas on line e eu s/ saber o q dizer p/ elas e p/ qual delas. Precisando de uma palavra qualquer, mas esperando que o outro desse o 1º passo (e se o outro tb me espera?). Enfim, falei pra caramba, como sempre! Eis a "twitada" do dia:


Para tudo há um tempo, um momento e um porquê,
Ainda q a nossa mente limitada não alcance...
Nada é em vão!
De tudo se aprende algo.
Se depreende, se entende...
Ainda que só mais tarde.
Mas isso não impede que talvez eu chore...

Que questione, que renegue,
Que não aceite...
Não impede que minha carne grite,
Que minha fraqueza proteste,
Que minha vontade desvaneça,
Que meu eu se esvaeça!

Mas talvez eu não quisesse dizer nada disso...
Que se rasguem estas linhas virtuais!
Porque este sol que brilha não me ilumina a mente!
Porque a chuva fresca não me aquieta a alma!**
Porque nem eu sei o que digo, tão pouco o q quero...
Porque o que queria de fato, talvez não me traga o bem que espero,
 – E parece que não está mesmo trazendo  –
Porque talvez ainda não seja a hora.
Mas eu já estou farta de "talvezes".
Queria certezas...
As certezas que não posso ter...

Queria perceber as vozes se levantando juntas.
Mas talvez (sempre o talvez) as redes sociais alimentem a solidão...
Ainda sabendo que os amigos de verdade estão lá fora,
Ainda sabendo que a vida é lá fora,
Que há vida lá fora!
Ainda assim, as redes sociais alimentam, por vezes, a solidão.
E isso não impede que talvez eu chore...***

*Sempre não é todo dia, de Oswaldo Montenegro
**Post anterior no "livro de cara" sobre chuva e sol
***Homenagem à Amanda do Carmo, autora da expressão "talvez eu chore"

6 comentários:

Dani Pivatelli disse...

Como ue disse no face, eu me lembrava hj de meu amigo me dizendo: não permita que se abra um abismo.
E então eu lembrei de Drummond, minha paixão, dizendo: "não nos afastemos muito, vamos de mãos dadas"!
Foi aí que eu lembrei desta música do Oswaldão (embora ela esteja num contexto totalmente diferente, a poesia é assim, serve-nos p/ diversos sentimentos e momentos!)
Quem quiser conferir estes 2 poetas de vdd:
http://letras.terra.com.br/oswaldo-montenegro/47887/
http://www.memoriaviva.com.br/drummond/poema019.htm

Anônimo disse...

"Não permita que se abra um abismo." (Minha autoria - só vc sabe)

Dani Pivatelli disse...

Obrigada, ser querido!

Amanda O. disse...

Tou esticando a mãozinha o/ nada de abismo entre as frores!
Adoro ler o que vc escreve, é como estar pertinho da parte invisível, porém tão perceptível, de vc!
Talvez eu chore...
Amanda do Carmo

Dani Pivatelli disse...

Obrigada, Frooo de PRalinuta!! Lindo! Amlooo
Não, não haverá jamais abismo entre nós. Até pq nós falamos td o q quremos: inclusive q AMLAMOS!!! Este abismo tem nome próprio, dps te conto.
Talvez eu chore...

Ana Paula Santiago (inventandocasa.blogspot.com) disse...

Dani,

Não sei o que dizer, agora estou num momento de sentir teu texto. Tô num momento assim. Adorei mesmo, vc escreve tão bem! Parabéns!

Artigos Relacionados

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...