Levei um tempão de novo né? Mas agora finalmente trabalhei (e duro!!!) num texto q escrevi 5/08/10 e que é muito, muito importante p/ mim (por isso nunca quis tanto que fosse lido).  Vou postá-lo em 2 partes e já aviso que esta 1ª é bem mais superficial que a próx! Foi uma loucura fazê-lo, porque os sentimentos e pensamentos se misturavam, então ficou fora de ordem. E hoje, pra ajeitá-lo, cheguei ao ponto de imprimir, ordenar por letras, recortar e montar como se fosse um quebra-cabeça! P/ saber a ordem original, é só usar o alfabeto (rs).
Agora chega de blá blá blá, não é?  Torço p/ saber que leram!


MAIS

(A)Eu quero sempre mais. Sempre quis mais.
Se uma boneca fala e a outra ri, por que uma só não fala e ri?
Por que não pode ter mais gente neste aniversário?
Por que não pode acabar mais tarde?

(B)A vida tem de ser mais!
Uma fome insaciável!
Um algo encharcado que morre de sede...
Um desejo, uma necessidade, um eco,
Um grito:
MAIS!

(L)Nota 9!?!? Eu queria mais!
O trabalho ficou ótimo? Pensei q seria magnífico...
Não posso fazer Letras ou História: nunca vou ser a professora que queria ser!
Não vou ser a defensora pública q sonhei ser...
Não sei ser a esposa que gostaria de ser...
Tenho medo de não ser a mãe que planejo ser...
Ai! Ai aiai de mim! Ai de mim!

(I)Para onde eu vou?
O que eu faço?
O que querem de mim?
O que eu quero pra mim?
O que Tu queres através de  mim?

(C) A vida pode ser mais!
Há de ser mais!
Tem de ser mais!
Precisa ser mais!

(D)Precisa ter mais sentido:
Estuda-se pra trabalhar,
Trabalha-se pra receber dinheiro,
Usa-se o dinheiro pra comprar alimento,
Alimenta-se pra viver,
Vive-se pra estudar ou trabalhar,
Trabalha-se pra receber dinheiro,
Usa-se o dinheiro pra comprar alimento,
Alimenta-se pra viver,
Vive-se pra trabalhar...
Algo está errado, ninguém vê?!?!?
Porque eu vi ainda criança!!
Esta lógica não me serve: eu quero mais!

(E)Mais amigos, mais gente em casa,
Mais de ti, mais de mim...
Eu me entrego demais e gostaria que fosse ainda mais!
Por mais que haja carinho à minha volta, não é o bastante: eu quero mais!
Não é porque tenho muitos amigos que não iria querer outros mais.
Ademais, deles sempre espero mais.
Talvez por isso me decepcione mais também...

(F)Eu queria ser mais!
Mais pra mim,
Mais pra todos,
Mais pra Deus! Mais de Deus!

(F2)Mais amiga, mais filha, mais irmã...
Mais audaciosa, mais corajosa,
Mais autêntica,
Mais esperta, mais ágil,
Mais disposta,
Mais desprendida,
Mais bondosa, mais caridosa, mais cristã!

(G)Queria amar mais...
Ser mais!
Não sei me conformar...
A voz insiste dentro de mim: mais, Mais, MAIS, MAAAAAAAAIS!!!!!!

(H)Queria ter mais tempo...
Mais tempo com as pessoas, mais tempo comigo, mais tempo pra mim:
Fazer mais por mim mesma,
Mais por quem está à minha volta,
Mais por quem eu nem conheço,
Mais para minha paróquia...
E esta inquietude cresce no meu peito!

(N)E primeiro eu queria uma casa, e agora queria que ela tivesse banheira.
Queria um jardim e agora uma colheita.
Uma geladeira na qual caiba mais.
Um fogão que asse mais bolos de uma só vez.
Uma persiana que tape mais o sol...
Um carro! E com ar, e com direção, e rosa, e automático, e utilitário, e com cabine dupla...
Mais beleza,
Mais perfume,
Mais cremes...

(continua...)

8 comentários:

Dani Pivatelli disse...

Rá diz:
Ficou muito maneiro o post!
beijos

Dani Pivatelli disse...

Ray diz:
Dani vi seu poema e adorei.
Você tem mta criatividade, e tipo a maioria das pessoas querem msm ser mais.

Anônimo disse...

Juliana Lima Moreira Martins disse: é meio lugar-comum, mas que tal tentar ser menos? Bjs!

Dani Pivatelli disse...

Não dá: existe um grito por mais na alma humana. Por mais q a gente se conforme, se contente, há sempre uma inquietação lá dentro: "não é por isso", "não é isso"... Existe um "X" misterioso, acima da nossa compreensão, q a gt nunca alcança, mas busca.
Fomos criados p/ a eternidade, p/ algo q é infinitamente mais do q td isso aqui e por isso a alma humana não descansa em si, a não ser q se "entregue" Àquele q tem a resposta p/ este desejo de infinito.
Por mais próximo da perfeição q se chegue, nunca é o bastante pq o desejo de infinito grita lá de dentro.
Já cantava Baleiro: "Eu ñ quero aquele, eu ñ quero aquilo. (...) Quero a Guanabara, quero o Rio Nilo".

Anônimo disse...

Juliana Lima Moreira Martins disse: Acredito do que o autoconhecimento nosso e dos outros é um bom caminho. Eu não sei se vc já ouviu falar nisso, mas a ignorância é libertadora, assim como o pleno conhecimento. Quando ficamos no meio do caminho (ó nóis aqui!) tudo é caos, é confusão. Mas quando nos conhecemos, sabemos o que queremos, quando conhecemos o mecanismo do que está fora de nós, sabemos como conseguir. Aí conhecemos um pouco da calma eterna. Eu não tenho questionamentos com coisas ("por que eu não tenho um bolo maior, ou uma viagem maior", sei lá), mas tenho questionamentos com as pessoas ("por que fulano, que deveria saber tanto sobre tal coisa, ainda faz isso? Por que está fazendo errado! Por que ainda comete tal engano?" Ai, o "dane-se", então!). Vc não tem noção da inquietação (raiva, ódio para ser mais precisa) que isso me causa. Mas o momento passa. Tento pensar na "criança" que aquela pessoa ainda é, aí me lembro da "criança" que eu ainda sou. Então, tudo passa. Quando a gente alcança a ideia de que ainda estamos no "jardim de infância" da nossa eternidade, o coração simplesmente acalma e a voz interna para de gritar, cala e aí ouvimos o que realmente é importante.
Não digo que isso é o conhecimento pleno, mas a simples consciência de que ainda estamos em progressão, já é amplamente libertadora. Agradeço a Deus por me permitir conhecer isso. Agora, uma voz grita me dizendo para colocar isso no coração das pessoas, mas agora eu também me lembro de que o mecanismo não é esse, então a voz cala e o coração aquieta. Lembre-se A Perfeição existe. Confie Nela.

PS: Estou lendo um livro q vc vai amar: A Cabana. Não é a minha praia (é um texto totalmente católico), mas, como eu me permito não ter um conhecimento religioso estanque (e isso é tão libertador! Como eu gostaria de colocar isso no coração das pessoas... Ai, voz!), está sendo um livro extremamente proveitoso para mim e acredito que o seja para muitos.

Dani Pivatelli disse...

Amiga-afilhada, eu to caindo de sono, dps lhe respondo c/ calma. Mas eu vim dizer q a Amanda adora este livro.

Cecília disse...

Amei Dani,esse texto expõe o que muitas de nós sentimos!

Dani Pivatelli disse...

Obrigada, Ceci!!!

Artigos Relacionados

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...